Santo Black Poderoso

*

Nem sabem o quão curiosa estava por testar este kit milagroso do Santo Black Poderoso. Quando recebi a encomenda da Embelleze nem quis acreditar no que seria, visto que já tinha ouvido falar sobre ele.
Quando o recebi o meu cabelo estava extremamente seco, sem vida, brilho e estrago, e o grande culpado disto tudo foi o champo da Corine de Farme que supostamente “reparava” o cabelo. Este kit, veio salvar o que outros estragaram e tratou muito bem do assunto.
Para começar, não sabia que a Embelleze não testa em animais, logo os produtos da Novex são cruelty free.
O champô não contém parabenos, sulfatos, silicones e petrolatos. O óleo de Baobá consegue uma profunda hidratação que faz com que o cabelo fique brilhante, sem frizz, desembaraçado e sem pontas duplas.
Sinceramente gostei imenso dele, não ficamos com o cabelo emaranhado e ajuda a combater o cabelo baço, mas precisei sempre de o utilizar por duas vezes para ter o couro cabeludo bem lavado. Não senti nenhum, nem vi nenhum aspecto negativo.
O amaciador é tal e quando como o champo, sem parabens, sulfatos, silicones e petrolatos. Também contém o óleo de Babobá que ajuda na hidratação.
Notei que não é necessário muito produto, ou seja, um pouco mais de um tamanho de ervilha consigo espalhar pelas pontas todas.
Apesar de já ter acabado o champô, ainda tenho amaciador e ao fim de um mês de utilização notei uma GRANDE diferença. Ao inicio como disse, não sabia o que fazer ao raio do cabelo, quase que o rapei, mas decidi dar uma oportunidade a este kit que fez maravilhas.
É uma gama de dá para todos os tipos de cabelo, por isso não é necessário a escolher. Eu tendo o cabelo oleoso não senti necessidade de o lavar no dia seguir. É uma coisa que dou muita importância, visto que não gosto de lavar o cabelo todos os dias. No fim notei que o cabelo ficam muito mais desembaraçado do que é costume.
Se quiserem saber mais sobre a gama Santo Black Poderoso, visitem aqui. Para comprar tanto pode ser online ou numa loja próxima de ti.
(*) Parceria

50 Comments

  1. r: Sim, também gosto pelo mesmo motivo 🙂
    Aquele livro foi dos primeiros que li em 2017, por isso há detalhes que já não tenho tão presentes. No entanto, do que me recordo, não fala muito aprofundadamente do assunto. Descreve certas circunstâncias, mas mais para contextualizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: