QUAL É O TEU CORPO DE VERÃO?

A chegada do verão não passa de uma gigante dor de cabeça, mas daquelas bem valentes. Por vezes preparar-me psicologicamente tem que ser à ultima da hora, se não desisto por completo da ideia. Ter corpo de verão? Ter corpo danone? Porque razão somos assim tão exigentes com nós mesmas? Por vezes dou por mim a pensar “ainda bem que o Tuquinha é homem”, porque verdade seja dita acaba por ser bem mais fácil para eles do que para elas.

O filme começa quando o calor aparece. O monstro da depilação. Se faço com a lâmina ao fim de dois dias os pêlos já estão aparecer firmes e “esbeltos”. Se faço com a máquina parece que vou desfalecer com tantas dores e o mesmo se aplica à cera. Depois é o que dá ser um mini macaquinho, pêlinhos em todo o lado. Mas mesmo assim continuamos com a saga dos tais corpos danone (ainda não entendi o porquê).

No inicio era complicado comprar biquínis

Chega a tão celebre data, aquela de ir para praia e com isso chega o que vestir. No inicio era complicado comprar biquínis. Para comprar o tamanho ideal das minhas maminhas um avião também tinha que vir atrás, ou seja, as cuecas eram gigantes. Depois apostei em comprar peças separadas e coisa até correu bem. Mas agora com a moda dos fatos de banho a minha preocupação foi nula. Não preciso de comprar duas peças, não preciso de conjugar. Também não preciso de perder tempo porque é aquilo e pronto. As únicas preocupação são a de fazer xixi, porque fico sempre na dúvida se tiro o fato de banho ou chego para o lado. A outra é a minha barriga, que ficará branca como quando nasci.

Lembro-me que existiram alturas que não me sentava porque os “pneus” iam aparecer. Também não podia fazer certas coisas por causa do meu peito. Mas sinceramente já fui mais preocupada com essas coisas, com um filho tudo muda. Este ano decidi investir em buracos na areia para enterrar alguém e castelos prontos a serem destruídos pelo terrível lindo monstrinho tuquinha.

Acho que tudo depende da nossa perspectiva e o que pretendemos fazer com ela. Eu cá desisti para os corpos danone e abracei o meu food baby. Os pelos tão chatos também querem bronzear um pouco assim como os pneus que também merecem espreitar. Fui feliz nestes dois dias de praia e é o que interessa!

Este é o meu corpo, quer seja verão ou inverno e não existe corpos específicos. Cada um é como é.

Reader Interactions

Comments

  1. Ana Ribeiro says

    O dito corpo danone deve construir-se todo o ano, não deve ser apenas quando os meses quentes chegam. Fazer isso é um erro porque depois vem o Outono e Inverno e lá se vai o corpo danone porque comemos mais, fazemos menos exercício etc.

    Concordo plenamente que nos devemos aceitar tal como somos.

    Beijinhos!

  2. Adriana R. says

    Miúda tu és lindaa! É inevitável, todas temos as nossas inseguranças. Nem vou entrar no tema dos pelos, os meus crescem à velocidade da luz ahah. Btw, no outro estive contigo e nem cheguei a elogiar o quão giro o teu fato de banho é! Gosto bué 😀 Só tenho um mas também gostava de um desse género. <3 Vamos às compras para a semana? ahaha
    Beijinhos

    • Daniela Santos says

      Repara bem no que resultou as nossas compras, literalmente nem nada xD sempre pensei que viéssemos de sacos cheios a meter inveja ahaha

      Beijinhos

  3. Andreia says

    Confesso que o fato de banho também me veio facilitar bastante a vida, porque o corpo definitivamente já não é o que era…

    Agora os pelos, esses mexem mesmo comigo, não os consigo deixar existir à mostra loolol mesmo que queiram apanhar sol!!

    As fotos estão brutais!!

    Beijinhos

  4. Mel says

    Concordo contigo. Aliás, costumo dizer que “corpo de Verão” é basicamente usar um fato-de-banho ou biquíni, como nos apetecer, e pronto. Sou magra mas tenho imensa celulite; antes isso incomodava-me, agora nem quero saber. Não nos devemos esconder por sermos reais.

  5. Alexandra Soares says

    E estás tão gira nesse fato de banho! Eu acho que nos deviamos preocupar sempre em manter um corpo saudável (e saudável não significa que tenhamos que ter abdominais definidos ou músculos salientes) e não esperar pelo Verão e tentar ficar com o corpo danone de que falas, mas é verdade que há muito aquela pressa de sermos/termos um corpinho de Verão! Beijinhos

  6. Andreia Morais says

    A sociedade impõe-nos tantos padrões, que se torna difícil quebrar todas as inseguranças que, inevitavelmente, crescem em nós. Felizmente, ainda que o caminho seja longo, quando nos sentimos bem resolvidos, acabamos por bater o pé a essas questões. E aprendemos a gostar de nós como somos e a desfrutar sem receios.
    Não temos que corresponder a determinadas medidas. E não nos devemos sentir culpados por isso.
    Excelente publicação, minha querida 😀

    r: Isso faz logo toda a diferença!

    Sim, é verdade. Andamos tão alheados, que parece que nos esquecemos do quanto os outros são importantes e do quanto precisamos de cuidar deles. Muito obrigada <3

  7. Andreia says

    Os pêlos também me dão cabo da cabeça mas eu nasci com eles e não há muito que possa fazer.
    O meu corpo de verão é o meu corpo de sempre só que mais à mostra! Quem não gosta, já sabe…

    Beijinhos!

  8. manuela vaz says

    Cada um é como é, desde que estejam felizes com eles próprios e sejam saudáveis então está tudo bem.
    E tu estás uma lindana de fato de banho 😀

    beijinho

  9. Helena Primeira says

    Hihihi que texto realista e engraçado ao mesmo tempo xD
    Gostei do post e também sou bem assim, tendo ou não aquele “corpitxo danone” – o melhor é abraçarmos o nosso, pois a perfeição só existe na “cabeça das pessoas”.

    XoXo
    – Helena Primeira
    – Helena Primeira Youtube
    – Primeira Panos

  10. Miguel Gouveia says

    A Lancaster tem-me surpreendido a olho vistos, não tens noção 😮 Em termos de produtos de corpo é top, top!
    Obrigado <3

    Acho tão importante abordar este género de assuntos de modo a que possamo inspirar outras pessoas… sério!!! O corpo de verão não existe, tal como não existe o corpo perfeito. Podemos lutar por ele e trabalhá-lo (acho que sim!), mas nunca vamos estar 100% satisfeitos porque o ser Humano é assim :’) Nada como vivermos de bem connosco próprios e darmos mais valor ao que, efetivamente, é nosso: o amor próprio <3

    NEW REVIEW POST | THE BEST PRODUCT FOR UNRULY HAIR. 😀
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

  11. Camila Faria says

    Apoadíssimo Daniela, esse negócio de “corpo de verão” não existe. O que existe somos nós, em todas as estações, tentando não pirar com tanta cobrança de ter o corpo perfeito. Eu sou BEM desencanada em relação a isso, o que importa é ser feliz! 🙂

  12. Filipa says

    Corpos de Verão ou Danone são um ideal ,são uma visão distorcida do que a sociedade acha “perfeito”. Todos somos diferentes e isso é tão maravilhoso!! Claro que podemos sempre trabalhar para alcançarmos objectivos, mas somos seres únicos e não há nada mais perfeito que isso! 🙂

    http://purflefox.blogspot.pt

  13. Mrs. Margot says

    Quando se atinge essa “despreocupação”, essa aceitação, é quando se é feliz verdadeiramente, adorava poder aceitar o meu corpo como ele é, mas é uma aprendizagem 🙂 As fotos ficaram lindas 🙂

    MRS. MARGOT

  14. Marisa Cavaleiro says

    Concordo contigo, cada um é como é e mais nada. Quando era mais gordinha também me mostrei em fato de banho e disse que aceitava o corpo que tinha porque era o corpo que na altura me dava saúde mental, medicamentos psiquiátricos têm estes efeitos, mas eu tinha plena consciência que se quisesse ficar boa tinha de tomar aqueles medicamentos e isso reflectia-se no meu corpo. Parei os medicamentos recuperei a forma física mas também outros problemas de saúde, comprei um bikini mas ainda não fui capaz de o vestir, acreditas? Estou a tentar ganhar coragem.
    xoxo

    marisasclosetblog.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

↑ Top of Page
%d bloggers like this: