tuquinha

SER MÃE A TEMPO INTEIRO – update

Às vezes temos que fazer um update a certos artigos e demonstrar a realidade por trás dele. Quando escrevi Sou mãe a tempo inteiro sinto que dei uma ideia que é tudo bonito, um mar de rosas. Na verdade ainda só tinham passado cinco meses desde o nascimento do tuquinha e eu ainda não sabia o que fazer da minha vida.

Um filho não é uma prisão nem muito menos um sufoco mas às vezes só precisamos de espaço. A verdade é essa! Tempo para nós, para pensar e por as ideias no lugar. Ao fim de um ano a opinião que tenho é completamente diferente de quando ele tinha cinco meses….

Read More

SETE COISAS DESNECESSÁRIAS QUE COMPREI DURANTE A GRAVIDEZ

Durante a gravidez somos tão influenciáveis. Não são apenas as futuras mamãs, os futuros papás também o são. O mercado quer aproveitar-se, por isso criam aquela táctica em que ficamos a pensar “se não comprar isto vou ser a pior mãe do mundo”. Podemos culpar as hormonas, ou até mesmo o namorado, namorido ou marido por ter deixado comprar aquilo, mas não há nada a fazer. Apenas ser forte….

Read More

FILHO É INVESTIMENTO A FUNDO PERDIDO?

Quando anunciei que estava grávida algumas das respostas que recebia eram “mas um filho é investimento a fundo perdido (a não ser que te calhe um ronaldo)” ou então “vais gastar tanto dinheiro com a criança”. Sempre pensei que a repostas deveria ser parabéns, mas pelo vistos estava errada. Agora que o tuquinha fez um ano, continuo com a mesma opinião. Um filho não é um investimento a fundo perdido, as pessoas é que fazem por isso.

Um filho não é investimento a fundo perdido

 

Não consigo ter noção exacta de quanto é que já gastamos, mas posso garantir é que não foi nada extraordinário. Existem sempre alternativas, promoções, tudo e mais alguma coisa. Com o nascimento de um novo membro as pessoas só querem ajudar tanto com bens, como monetária….

Read More

UM ANO DE TUQUINHA

A verdade é que poderia começar com a típica frase “o tempo passa a correr” porque é completamente verdade. O tempo passou e o tuquinha completou o seu primeiro aniversário.

O seu aniversário foi fantástico, toda a comida foi feita por mim, pela minha irmã e mãe e claro também pelo bu. No ínicio estava tudo receoso por ser comida vegetariana restrita, isto é, além de não ter nem carne nem peixe, também não levou ovos ou lacticínios. Fiquei tão orgulhosa de tudo e de quão saboroso estava. Só para terem noção nem consegui tirar fotografias à mesa.

Receita do livro da Gabriela Oliveira

Este ano tive a sorte de acompanhar o crescimento dele 24 sob 24 horas. É certo que estou quase maluca (pronta para ir para um manicómio) mas na altura de ir para a cama compensa por tudo.

A altura de ir para a cama compensa por tudo

É certo que não vamos aproveitar a nossa juventude ao máximo, como muitos de vocês o fazem, mas até gosto de brincar com isso. Gosto de dizer quando tiver 40 anos, o tuquinha já está tratado e com a malas à porta. Não estava nos meus planos ser mãe, principalmente tão nova, mas não querendo ser convencida até me considero boa mãe.

Foi um ano, um ano que mudou muito a minha forma de pensar e as minhas responsabilidades, foi um ano em que redescobri-me, foi o ano em que aprendi que as pequenas coisas são as melhores.

Estou contente por tudo e como tem corrido. Sei que mais tarde ou mais cedo será retribuído, agora resta fazer e esperar.

↑ Top of Page