BLOG 101

NÃO COMETAS ESTES 5 ERROS – BLOG 101

Com esta nova coisa do “influenciador digital” queremos ter um canal no YouTube, blog ou até mesmo ser influenciadores digitais. Tentamos atingir um patamar superior, até eu tento todos os dias e não é novidade para ninguém. Estamos sempre à procura de formas para trazer conteúdo diversificado, melhorar as nossas técnicas e até mesmo aumentar as visualizações (também os nossos leitores). A verdade é essa, não há nada que enganar. Não me considero melhor do que ninguém, mas também não quero que se esbarrem assim.

O problema começa quando criamos um blog/canal/tanto faz e já temos um seguidor (que por acaso é a nossa avó) e nesse caso já pensamos que somos influenciadores digitais, que temos o mundo aos nossos pés. O ego sobe tanto que quando acordam a queda é bastante grande….

Read More

BLOG 101 – CANAIS DE FOTOGRAFIA

Ultimamente tenho dedicado mais tempo à fotografia e replicado algumas coisas que vou aprendendo pela internet. Não sou fotógrafa nem me considero como tal, apenas gosto realmente e faço por isso. Não tirei nenhum curso especifico na área por isso as coisas que vou aprendendo tem sido na internet, mais propriamente no Youtube.

Não sou fotografa, mas gosto realmente e faço por isso

Neste blog 101, não vou ser eu a ensinar, mas vou ser a mostrar canais que sigo e que recomendo, não só pela personalidade como a forma que explicam. Alguns conheci este ano, outros já vêm de longa data e saber que um dia poderia chegar lá com esforço e dedicação para mim é fantástico….

Read More

BLOG 101 – PLUGINS QUE UTILIZO

Nem acredito que desde Fevereiro não faço um post sobre Blog 101. Mas como expliquei n’ O Porquê da AusênciaO Tempo É Nosso Amigo? tenho andado a retomar a minha rotina, por isso volta o Blog 101. Não é novidade que Mudei Para O WordPress, por isso achei por bem trazer umas dicas sobre esta plataforma. Mais propriamente sobre os plugins que utilizo.

Não sou uma expert no assunto, aliás longe disso. Mas gosto imenso de explorar e encontrar informação. Em posts anteriores referi o quanto aprendi desde que criei o blog. Não só digitalmente como no meu dia-a-dia. Tal como tudo, existem pessoas que podem não concordar com as minhas escolhas de plugins mas isto é o que funciona comigo….

Read More

BLOG 101 – DICAS SOBRE O MEDIA KIT

Meio do mês significa blog 101. Podes encontrar todos os posts sobre esta rubrica aqui. Este mês decidi abordar um pouco sobre o media kit, quais os dados mais importantes e onde podes fazer o teu. Tenho que agradecer à carolina por ter sugerido este tema.

O que é um média kit?

Basicamente um media kit é um documento que contém informação importante e detalhada sobre o teu blog. Podes colocar uma breve introdução sobre ti e sobre o blog, as estatísticas, algumas imagens e até alguns factos.

Por norma um média kit costuma ser pedido numa parceria ou então quando contactas alguma marca também podes enviar e assim ficam logo com os dados mais detalhados sobre o teu blog. Ter um media kit pronto e actualizado acaba por ser bem mais prático na hora de contactar.

Os dados mais importantes a incluir

 

Introdução

Como referi anteriormente, uma pequena introdução sobre o blog e sobre o blogger é um excelente ponto de partida. Quem está a ler fica com uma pequena ideia de quem está do outro lado e do que pode esperar no blog.

Imagens

As imagens acabam por ser muito importante, porque um documento só com texto torna-se chato e nada apelativo. Inclui sempre o logótipo do blog e se quiseres também uma imagem tua que represente quem és.

Media kit 1 – Media kit 2

Estatísticas

As estatísticas são um dos pontos mais importantes, parecendo que não é o que as pessoas e empresas mais olham, não há volta a dar. As estatísticas sob forma de gráficos é das opções mais recomendadas. Como disse no ponto anterior as imagens são importantes, logo algo chamativo como gráficos torna a compreensão mais fácil.

Alguns exemplos de teu trabalho (parcerias) e o que tens para oferecer

Aqui fica ao critério de cada um. Há quem considere colocar alguns exemplos de trabalho importantes à parte, assim como quem considera importante no media kit. Tenta sempre escolher os exemplos que mais gostaste de trabalhar e que notaste que teve mais interesse pelo teu público. Também é a altura de falares sobre o que tens para oferecer, o que é que as empresas ganham ao ter uma parceria com o teu blog.

Os teus leitores

Conheceres bem os teus leitores é extremamente importante no que toca ao ter um blog e não existe melhor ajuda que o google analytics para saberes qual é o teu publico-alvo, do que gostam, de onde são. É essencial colocar isso.

 

Onde encontrar informação sobre as estatísticas

Cada plataforma por si só já fornece essa informação, consegues sabes as tua visualizações, controlar o teu tráfego, e ficar a par de (quase) tudo. Contudo, existem marcas que pedem as estatísticas do google analytics e por vezes a diferença entre analytics e a plataforma são gigantes. Por isso é sempre melhor ter o analytics ligado ao teu blog. Outra coisa que também pode ser importante, é ter as estatísticas dos últimos seis meses (ou mais).

Exemplos de media kit no canva

Plataforma ou programa para fazer o media kit

Existem mil e um opções, ou até mais, mas o que interessa é onde é que te sentes à vontade para o fazer. Por exemplo eu estou habituada ao photoshop ou illustrator por isso são as minhas escolhas. Mas quem não tem os programas ou não sabe mexer existe uma plataforma que já dispõem de templates pré feitos, onde apenas é necessário acrescentar os teu dados. No canva, tem aqui alguns templates que podes utilizar para fazer o teu media kit.

É bom existir uma plataforma que disponibiliza estes templates, mas também é aconselhável utilizar a 100%, isto é, convém também fazeres uma coisa tua.

 

Em conclusão, o media kit acaba por ser um documento essencial, não só pela facilidade de demonstrar informações sobre o blog assim como para enviar os dados. Tentei abordar este tema de forma muito leve para não aborrecer, da mesma forma que também tentei colocar informação mais relevante.

Gostaste deste tema? Ajudou em algum aspecto? Qual o próximo tema que queres nesta rubrica?

 

Blog 101 – Imagens Dos Post Aparecer Na Publicação Do Facebook

Nem sabem o quanto me chateia colocar o link do post no facebook e ele simplesmente não dá. O link está lá, a imagem é que não não aparece. Para mim não há nada mais desmotivante do que as coisas não serem como eu quero ou planeio e quando uma coisa simples falha fico mesmo aborrecida.
Uma das primeiras coisas que no para as imagens aparecer no facebook é que é necessário dar um nome à imagens, ou seja, não pode ser simplesmente photo3289rwrhfwqopiq tem que ser o título do post. Além de ajudar com o SEO, o facebook aceita as fotografias assim. Mas às vezes mesmo que tenhas o nome correcto a fotografia simplesmente não aparece na publicação. Fiz de tudo, carregava no link, dava refresh à página e mesmo assim nada.

 

Exemplo no Facebook

 

No mês passado estava a colocar o link do post sobre o Tuquinha e mais uma vez, a primeira imagem do post simplesmente fugiu, sumiu, desapareceu, não apareceu. Como disse além do nome estar correcto, faltava qualquer coisa e foi aí que comecei a procurar porque é que o facebook fazia isto enquanto noutros locais aceitava sem qualquer problema!
Foi então que relembrei-me da existência do Debugger do facebook. É um processo extremamente fácil e não tem nada que enganar.

 

Facebook Debugger

 

Primeiro colocas o link do post e carregas no Debug, no qual irá aparecer dentro do género que está nesta fotografia de cima. Muito simples certo? Quando fizeres o Debug, basta carregar no Scrape Again. O scrape é um processo de extracção e filtragem automática de URL das páginas da web que possuem recurso específicos, logo ao carregar no botão scrape again significa que o está a fazer novamente.
Eu já conhecia esta função do facebook, mas nunca desconfiei que iria ajudar-me tanto com o blog. Existiram imensas vezes em que coloquei uma fotografia na publicação invés do link e se eu soubesse o que sei hoje não tinha feito o mesmo, porque para mim para aceder ao post é mais fácil assim.
Exemplo no Facebook

Como podem ver a imagem apareceu sem qualquer problema. Este é o processo que faço quando as imagens não aparecem no facebook. Pode parecer complicado ao inicio, mas com o tempo torna-se bastante prático!

Espero que tenha ajudado conhecer esta ferramenta, da mesma forma que ajudou-me a mim.

Que outros temas gostavam de ver nesta rubrica?

Blog 101 – Divulgação dos Posts

Podes encontrar todos os posts do blog 101 aqui.

 

A divulgação dos posts é crucial e é um ponto importante na evolução de um blog. Chegar ao maior número de pessoas é sem dúvida uma meta que colocamos, e por vezes temos aquele pensamento que basta escrever um post e as pessoas chegam logo ao nosso blog. Sim, isso pode acontecer se já tiveres uma boa base de leitores, mas ao inicio é muito muito raro.
TAGs
Uma das forma mais básicas é a utilização de tag, etiquetas, palavras chaves, o que vocês quiserem chamar. Nesse campo irão colocar as palavras chaves, até podem formar uma frase, mas atenção que contêm um limite de caracteres. Por norma penso sempre “como é que iria pesquisar no google por este tema”, acho que acaba por ser uma grande ajuda.

Facebook

O facebook é o facebook e não há nada a fazer. Sinceramente não gosto de usar para partilhar a minha vida, mas utilizo como ferramenta de trabalho. Eu acho importante a criação de uma fan-page para o blog, visto que as pessoas seguem, dá para saber o número de pessoas alcançadas, fazer anúncios para promover, e inúmeras coisas. Mas existem pessoas que pensam o contrário, por isso fica ao critério de cada um.
Outra coisa em que podemos utilizar o facebook é a partilha nos grupos. Existem grupos que são uma comunidade, ou seja, podes partilhar as tuas dúvidas, interagir com outras pessoas, conhecer novos blogs, mas não existe aquele despejo de links. Depois também existem grupos onde podes apenas largar o link e está feito, por norma quando ando a comentar os posts costumo ir sempre a esses grupos.

Estes cinco grupos são as tais comunidades onde podes partilhar as tuas dúvidas, interagir, criar amizades e imensas outras coisas.

Estes são os restante grupos que utilizo para divulgar.

Restantes Redes Sociais

No instagram podes sempre colocar o link na bio, visto que nas imagens não é clicável. O Instastories também é um excelente ponto de partida para falares um pouco sobre o teu post ou até mesmo divulgar por lá. Também podes sempre colocar uma fotografia do post e avisar que já está disponível uma nova leitura.
No twitter é apenas deixar um tweet com uma descrição e o link. Um fotografia também acaba por ser chamativo
A minha opinião sobre as redes sociais e até mesmo na página do facebook é nunca ser apenas destinado ao blog, isto é, não devemos apenas colocar os links dos posts. Haver interação é excelente e é o que faz com que as pessoas se interessem. Pessoalmente tenho notado, desde que comecei a ser mais ativa nas redes sociais tenho tido melhores resultado.

Google +
Para quem tem blogger tal e qual como eu, os posts costumam aparecer logo no perfil do Google+. É automático, mas uma coisa que não damos atenção são às comunidades.
Tal e qual como no facebook que existem grupos, no Google+ existem as comunidades para partilhar os links.
Consegues ter maior número de visualização ao partilhar nessas comunidades, mas acho que até certo ponto não é justificativo o trabalho que temos. Tens um maior número de views, mas de interação é a mesma. Será que compensa? Nesse campo serás tu a decidir, o que será melhor para ti.

Estes são alguns dos locais e dicas onde podes divulgar os teus posts.

O que acham sobre este tema? Costumam partilhar nestes locais? 
Qual é o próximo tópico que gostarias que fosse abordado?

Blog 101 – Sites De Templates Para Blogger

Tenho adorado fazer estes posts porque sei que, de certa forma irá ajudar alguém. Nos últimos dois falei sobre Fontes e Imagens Gratuitas e Códigos Básicos de HTML. Achei que seria interessantes falar sobre sites onde encontrar templates, tanto gratuitos como pagos e quais as minhas preferências.

Parecendo que não o olhar também conta e gostamos sempre de ter o blog bem estruturado para os leitores gostaram e voltaram mais tarde. Por isso desde que comecei a ter mais cuidado com o visual tenho notado grandes diferenças, no bom sentido, claro. Os sites para templates que irei mostrar são apenas para blogger (ou blogspot como queriam chamar), visto que é aquele que utilizo e que mais conheço.
Quando procuro por um tema gratuito é o primeiro site em que dedico o meu tempo. Não sei se é por ser o mais fácil de procurar ou o mais apelativo, mas é do que mais gosto. Conseguimos procurar pelo número de colunas, tópicos, estilos, cor e features (não gozem, não consigo traduzir para pt).
Os primeiros temas que tive no blog, encontrei-os todos aqui. Acho bastante prático e simples de fazer a pesquisa. Existem temas para todos os gostos e feitios.
Alguns destes temas também podem ser encontrados no Gooyaabi, mas nada melhor do que ir directamente à fonte. Se quiserem apenas ver uns quantos para blog pessoal e minimalista recomendo vivamente irem logo a este site, que também é feito por Themexpose.
Se mesmo assim não estão contentes porque os outros são em inglês, aconselho este brasileiro para ser mais fácil de procurar. Este já tem para WordPress por exemplo. Também podemos fazer uma procura tal e qual como o primeiro, isto é, por colunas, cores e estilo.
 
O Etsy é um local onde podes ter a tua própria loja sobre o que quiseres, ainda estou a descobrir um pouco sobre o conceito, mas é um dos sítios onde podes comprar templates.
São vários os temas que podes encontrar de vários preços e vários feitios. Eu pessoalmente gosto bastante de vários. Não sei se é em todas as lojas, mas podes pagar com paypal.
        Etsy – Syncboost
Foi onde comprei o meu template e não podia estar mais satisfeita com a compra. Além de ter sido barato, tenho três layouts à escolha. Paguei com o paypal e não houve nenhum erro, está tudo a explicar e é extremamente fácil. A instalação é gratuita, ou seja, se não quiserem instalar no vosso blog, o rapaz faz isso sem nenhum custo adicional.

À pouco tempo tive um problema, mandei-lhe um mail e ele explicou como resolver, em termos de assistência é 5*.

Personalização de templates

Se gostas de um template, mas gostavas de fazer umas alterações e não sabes como, podes sempre procurar pessoas que o fazem.
Uma dessas pessoas é a Joana Isabel do blog Cor Sem Fim, onde podes ver o portfólio dela aqui. Além de personalização de templates, também trabalha com ilustração, design e por aí fora. Outra pessoa que também podem contactar para personalização de templates, mudar html, criar logos e outras coisas é a Sofia Simões do blog Rapariga de Junho. Podem entrar em contacto pelo blog ou então visitar a página Sorrir P’ra Sofia.

O que acham sobre este tema? Fazem de raiz ou utilizam um já feito?

Blog 101 | Fontes e Imagens Gratuitas

101
Meio do mês significa a nova rubrica do blog e com isso decidi hoje abordar o tema sobre fontes (tipos de letras) e imagens. Vejo imensas pessoas à procura de fontes xpto, ou então queria uma imagem sem direitos de autor e/ou gratuita, então decidi fazer o post de hoje sobre isso.

Fontes

Existem mil e um sites com fontes gratuitas que podes utilizar, são mais do que tu pensas, mas aquele que mais utilizo é o DaFont. O DaFont está organizado por categoria, podes procurar o nome da letra ou o autor e existe um local onde podes perguntar às pessoas se conhecem aquela letra que tu tanto queres.

Outro sites que eu recomendo, mas não utilizo com tanta frequência são:

Como disse, apesar de existirem imensos sites, acabo por confiar, isto é, acabo por utilizar sempre ou quase sempre o DaFont, porque foi aquele que habituei-me desde do curso e sinto que é excelente para o que quero.

Mas como é que instalas as fontes no teu computador?

No Windows, baixas a fonte que escolheste e exportas (se for preciso). Abres a pasta Fonts e copias para lá, automáticamente ficará instalada. Podes encontrar a pasta fonts na pagina windows que está no c: (C:windows
Fonts).

No MAC abres a pasta onde ficou a fonte e carregas duas vezes no qual irá aparecer uma mensagem para instalar a fonte. Não tenho muito a certeza se é assim, mas se não for corrijam por favor.

101

 

Onde é que podes ir buscar inspiração?

Eu costumo utilizar o pinterest ou até mesmo no Dafont como já referi em cima. Por isso criei um album com algumas fontes que vejo e que gosto. Podes encontrar aqui.

Imagens

Para as imagens gratuitas é bem fácil fazer uma procura no querido google (tal e qual como as fonts) e encontrar vários sites em que podemos utilizar de forma gratuita.

Uma das formas que eu mais gosto de fazer é ir ao google e procurar o genero de imagem que quero, e não ferramentas de pesquisa selecciono Direitos de Utilização e escolho o que quero. Para mim é bem mais fácil do que ao sites/bancos de imagens.

101

Quando preciso de utilizar escolho estes três:

Para mim é bem mais fácil utilizar o Death to the stock photo porque é uma forma diferente dos outros dois de cima, isto é, enquanto nos dois tu podes procurar o que queres, no outro todos os meses mandam um conjunto de imagens para o teu email e lá está, podes utilizar onde quiseres.
Para não ser sempre HTML, hoje foi um pouco diferente, espero que tenha ajudado.
Utilizam algum destes sites? Têm outros que recomendam para colocar aqui?

Blog 101 | Códigos Básicos De HTML

101 Blog será a nova rubrica do blog, todos os meses a meio do mês darei umas dicas de html, sites para encontrar informação, dicas e por aí.

 

Não me considero expert em HTML, muito pelo contrário, mas sei o suficiente para as minhas coisas básicas. Infelizmente não tenho tanto tempo como gostava, mas é um assunto que gosto de abordar, por isso tento dar a volta à situação. Não vou mostrar coisas complicadas muito pelo contrário, será os básicos dos básicos para coisas simples.
Por tanto vamos lá começar.
Os códigos mais simples que encontramos de formatação são < b>, < i> e < u> .
<b> Inserir o texto </b> O B significa bold, isto é, fica negrito.
<i> Inserir o texto </i> O I significa itálico, o texto fica “de lado“.
<u> Inserir o texto </u> O U significa sublinhado, o texto ficará assim.
Depois também existem códigos para a formatação do texto todo, ou seja, centrado, justificado, na esquerda ou direita.
<center> Inserir o texto </center> O center serva para centrar o texto.
<p align=”justify”> inserir o texto </p> Aqui ficará justificado num parágrafo
<p align=”left”> inserir o texto</p> O texto ficará alinhado à esquerda
<p align=”right”>inserir o texto</p> O texto irá ficar alinhado à direita.
Agora uma das partes mais interessantes, os links. Dou dois exemplos um link com texto e o outro com imagem porque sei que existem muitas pessoas à procura destes códigos.
<a href=”Colocar o link“> <img border=”0″ alt=”W3Schools” src=”colocar a imagem” width=”100″ height=”100″> – Onde diz colocar o link escreves o url do site e onde diz colocar a imagem escreves o link da imagem. Se tiveres a fotografia no computador faz o upload num site e depois coloca o link, se já tiveres a fotografia online é só copiar o link.
O width e o height são o tamanho da imagem e aí fica ao teu critério.

<a href=” Colocar o link “> Inserir o texto </a> – Este é o código para escreves o texto como link, ou seja, p. ex quando visitas o blog de alguém e escreves “beijinhos, Dezassete” ficará assim.

A minha intenção com esta rubrica é tentar ajudar ao máximo quem tem dificuldades em certos aspectos que quase nunca são abordados. Não irei apenas abordar html, mas sim dar outras dicas, frebbies e por ai além.

Gostam desta nova rubrica? Deixem sugestões para o próximo mês.
↑ Top of Page